segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

5 maneiras de equilibrar o seu Chakra da Coroa





O chacra coronário é sua conexão com o mundo espiritual, bem como sua conexão com o seu eu mais profundo.
É o portal da espiritualidade, do reconhecimento
 de Deus/Deusa em nós e no outro.

É o responsável pela irrigação energética do cérebro e 
pelo controle de todos os outros chakras. 
Desenvolvido facilita a telepatia, a mediunidade, expande a consciência e não apresenta desequilíbrios.




Ele localiza-se no alto da cabeça, junto ao plexo coronário,ele vibra com rapidez. Tem todas as cores do espectro, prevalecendo o violeta. É o chacra mais importante, de maior potencial e radiações, sendo o elo de conexão entre a mente perispiritual e o cérebro físico, sendo o centro responsável pela sede da consciência do espírito. Sua ação também é algo convergente ao corpo pituitário ou hipófise, único elemento de comunicação físico-psíquica com os planos superiores. Sua ligação com a glândula pineal permite a vidência astral, é o sintonizador das ondas mentais recebidas pela telepatia.
No caso de mediunidade, é por esse chacra o médium recebe as comunicações por ondas mentais, isto é intuitiva, telepática. Segundo a doutrina espírita, o espírito comunicante pensa em qualquer idioma e através desse chacra e do corpo pineal esse pensamento captado é transformado em palavras do vocabulário próprio do médium.






Um chacra coronário aberto e equilibrado manifesta-se de muitas maneiras:
Tendo empatia com as outras pessoas,
Tendo uma forte ligação com Deus (ou com que ou em quem você escolhe acreditar)
Mantendo equilíbrio entre seus eus, o consciente e subconsciente.
Esses são os principais sinais de um chacra coronário equilibrado.

No entanto, muitas pessoas têm problemas com o equilíbrio do chacra coronário, isso se mostra naqueles que deixam seu EGO tomar conta da sua vida.

Um chacra coronário desequilibrado pode se manifestar de muitas maneiras:
A pessoa vive em um estado de preocupação constante,
Sente dores de cabeça diariamente,
Há uma falta de propósito geral, em todos os setores da sua vida,
Está sempre em depressão e possui incapacidade de se conectar com a sua sabedoria superior.
Nos relacionamentos onde os chacras coronários estão em desequilíbrio, todo tipo de incompreensão aparece, e isso tem a ver com as limitações, de tempo, espaço e ideias...
Essas são apenas alguns sintomas de que um chacra coronário encontra-se em desequilíbrio.

Vou apresentar cinco maneiras de limpar e equilibrar seu chacra coronário:
1. Medite. Seu chacra coronário é fortemente afetado pela meditação, como ele é a sua conexão com o seu EU superior e maior, imagine uma luz dourada iluminando toda a coroa de sua cabeça, incluindo o espaço um pouco acima de sua cabeça, cerca de 30 cm. Isso o ajudará a pensar, a conectar-se com a espiritualidade e ainda se você acredita projete-se nas suas imagens religiosas. Sinta este brilho iluminar e recarregar não só o seu corpo físico, mas seu espírito também. Permita que esta luz suave e poderosa reconecte-o com o mundo à sua volta e à sua própria luz.
 2. Verifique se o seu ego está em primeiro lugar. Autoconfiança e ego não é a mesma coisa. Aprenda deixar de ser dirigido pelo eu EGO, isso vai beneficiar você de muitas maneiras, pois, o ego muitas vezes é alimentado pela insegurança. A verdadeira confiança vem do autoconhecimento e da aceitação dos fatos e do curso da vida, confie na sua intuição para assim manter seu chacra coronário mais saudável e equilibrado.
3. Sirva. Ajudar os outros, apenas pela causa de ajudar, deixará você e os outros em paz. Você será recompensado e seu chacra coronário vai se beneficiar também. Estender a mão para ajudar os outros fortalece sua conexão com seu ambiente e esse é um dos objetivos principais deste chacra.
4. Escolha o amor. Você não pode amar plenamente outro até que você ama a si mesmo.  Aprender a amar a si mesmo é também o primeiro passo no sentido de aceitar os outros. Então, escolha o amor, e como um bônus adicional é provável que você libere a tensão de seus outros chacras também.
5. Cultive a oração. A oração é uma coisa muito pessoal para muitas pessoas, mas não tem que ser formal ou decorada. A oração pode ser tão simples como a criação de uma intenção na sua prática diária. Então feche seus olhos e deixe a voz do mais fundo você ser seu guia.

 Encontrar o seu eu mais íntimo é para a maioria de nós, uma viagem ao longo da vida. Aprender a tocar na quietude que está sempre presente sob as correntes da vida diária é um ótimo lugar para começar a fazer essa conexão, e esta recém-descoberta da autoconsciência e amor é apenas o começo de um relacionamento saudável com aquilo que você acredita.

5 comentários:

  1. Quando eu percebo a presença de um espírito esteja ele ao meu lado ou no mesmo cômodo, eu sinto formigamento em todos os chacras, na língua e meus batimentos cardíacos aumentam significativamente, como se eu estivesse correndo. Eu não encaro isso como uma coisa boa, toda vez que isso acontece, fico com medo pois não é uma sensação agradável, entendo que são espíritos zombeteiros ou malfeitores, portanto crio um bloqueio para minha própria evolução espiritual. ão sei o que pensar. O que posso fazer?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. faça uma oração por esses espíritos, peça aos espíritos do bem para encaminhar e afastar esses espíritos, e saiba que você está com a mesma vibração deles, então não dê vazão a pensamentos, muda sua vibração e reveja as suas atitudes! pois é você mesmo quem atraia.

      Excluir

O que você achou deste texto?